Ela é made in Pantanal – Badan

O ponto de vista de Mariana Badan, que no auge dos seus 27 anos, anda conquistando muitos países por onde passa com sua voz e atuação hipnotizantes.

Mato-grossense, a Cuiabana nos conta como tem sido a vida e nos manda notícias da Europa. Morando há dois anos em Lisboa, lugar onde já tocou em muitas casas de shows, eventos artísticos e becos escondidos, onde a sua música ecoa. Ela vem nos contar das novidades que estão ocorrendo na sua doce trajetória. Recentemente lançou o single e vídeo de “Terno e prosa”. Com produção musical de Caxa Aragão, e vídeo de Stefano Mellis. Gravado na Sardenha e em Lisboa.

Ela diz: “Acabo de lançar duas canções! Uma gravada na Sardenha e outra em Lisboa. Com diferentes produtores! Caxa Aragão e Flávio Laconi”.

Mariana protagonizou uma série portuguesa de muito sucesso no ano passado: “Luz Vermelha”, com a personagem Bruna. A série foi exibida no canal RTP em horário nobre. Uma série que tem como ponto de partida a condição humana e onde fazemos uma reflexão sobre os papéis sociais, a solidão e o impacto da prostituição na contemporaneidade. Colocou uma música sua de trilha sonora na mesma série, e não parou mais de produzir.

“Tenho agora uma exposição marcada pra janeiro de 2021 no Espaço Espelho d’água ! Um lugar lindo que eu sempre quis produzir. Enfim chegou esse momento e estou muito feliz com a oportunidade de passar um mês residindo e compondo minhas obras. A exposição vai se chamar “leilão acortinado”. Vou misturar teatro, cinema e música.”

Mariana Badan como protagonista da série portuguesa “Luz Vermelha”, do canal de TV RTP.

Badan, como gosta de ser chamada, nos contou que está no momento de renascer, depois de meses difíceis. Reflexo da pandemia mundial em que estamos vivendo.


“Acho que eu fui a pessoa que mais se mudou durante a pandemia. Vivi com alguns amigos, sempre contando-nos poucos trocados que tinha para sobreviver. Foi assustador no começo mas depois, como tudo, vamos nos acostumando e nos unindo aos nossos de confiança.

Fiz muita meditação, escrevi e tinha mês que fazia uma música por dia. Já até esqueci delas, foram tantas. Foi também importante descansar. Estava vindo de vários shows e apresentações, e já há anos que não ficava comigo tanto tempo a sós. Compondo, criando. Expandindo. Nesse mergulho de isolamento social tive a oportunidade de viver com a cineasta Leandra Benjamin, ficamos um mês juntas, e ela documentou todo meu processo. O nosso! Temos imagens lindas que logo logo vamos pôr no mundo.”

Por enquanto podemos curtir o vídeo da música Erupção, também dirigido por Lele Benjamin. A faixa faz parte do disco de mesmo nome, gravado no Estúdio Garimpo, no Rio de Janeiro. Com Ricardo Richaid, como Produtor Musical, em composição da própria Mariana Badan.

“Os eventos em Lisboa voltaram a acontecer e nós artistas independentes estamos muito esperançosos. Tenho um grupo de amigos, artistas e estou acompanhando os seus projetos. Shows.. criações! Estamos todos mais confiantes e quando aparecem os convites acabamos convidando uns aos outros também, para fortalecer a cena e abrir espaço para quem quiser chegar.

Sigo trabalhando e estudando para me preparar para os milagres que estão por vir. Cuido do meu corpo e da minha mente para estar no melhor de mim. No melhor para a minha arte. Afinal é tudo uma coisa só.

Mariana Badan no palco em Lisboa.

Sinto muita saudade do meu país! Da minha terra!! Mas estou enraizando sonhos por aqui.. para levá-los todos um dia de volta e mostrar o que eu vi, o que eu aprendi, o que me arrepiou.”

Nos vemos em breve em Florianópolis! Sim, a cidade faz parte das cidades que ela pretende visitar durante uma visita ao Brasil, prevista para meados de 2021.